MBA EM AUDITORIA E CONTABILIDADE COOPERATIVA

EM ANDAMENTO

INÍCIO: 08 de julho de 2016

OBJETIVO: Qualificar os profissionais oriundos das cooperativas para participarem com eficiência empresarial na gestão, conciliando teoria e prática, através das técnicas administrativas, com base nos conhecimentos da história e doutrina cooperativista.

Carga Horária : 370 horas

Coordenadora: Profª. Paola Richter Londero (paola-londero@sescooprs.coop.br)

Horários : Sextas – das 13h30 às 22h30 e Sábados – das 8h30 às 18h30

Vagas: 31 

Local : ESCOOP – Porto Alegre/RS


REGISTRE SEU INTERESSE EM NOVAS TURMAS, mande um e-mail para interesse@escoop.edu.br e aguarde novidades.


Screenshot_5

 

DISCIPLINAS:

Comportamento Organizacional e Gestão da Mudança – 20h

Comportamento organizacional e vantagem competitiva. Liderança e formação de equipes. Gestão de conhecimento e o desenvolvimento organizacional. Postura Estratégica e a Gestão de Pessoas.

Cenários Econômicos – 20h

O cooperativismo e o contexto econômico brasileiro e internacional. O perfil de dirigentes e gerentes diante da nova realidade do mercado.

Gestão Financeira em Sociedades Cooperativas – 20h

Visão geral do mercado financeiro. Políticas de captações e empréstimos de recursos financeiros adotados no âmbito das instituições financeiras.

Direito Cooperativo – 20h

Legislação do cooperativismo, responsabilidade civil e penal do cooperado e da Direção. Realiza estudos sobre a legislação brasileira, bem como sobre o direito comparado no campo das sociedades cooperativas, visando a instrumentalizar os profissionais da área nas especificidades jurídicas. Estuda o marco jurídico próprio que norteia o cooperativismo e as especificidades dos segmentos cooperativos.

Controladoria nas Sociedades Cooperativas – 20h

Estuda controle, o processo de planejamento e orçamento. A controladoria e o sistema de informações, numa visão multidisciplinar, na construção de sistemas de informações e modelos de gestão, visando que o processo de gestão na cooperativa seja mais eficiente.

Governança Cooperativa – 20h

Trata-se de um modelo de direção estratégica, fundamentado nos valores e princípios cooperativistas, que estabelece práticas éticas visando garantir a consecução dos objetivos sociais e assegurar a gestão da cooperativa de modo sustentável em consonância com os interesses dos cooperados. Aborda a análise teórica e prática das estruturas de administração de sociedades cooperativas. Agentes da governança em cooperativas. Responsabilidade dos administradores.  Problemas e soluções   mais   frequentes   em   governança cooperativa, como assimetria de informação, conflito de interesses, comitês de assessoramento. Evolução das práticas de governança   no Brasil e no mundo. As implicações dos diferentes modelos de governança nos resultados das organizações. Debate de casos práticos e seus diferentes impactos na performance das cooperativas.

Empreendedorismo e Plano de Negócios – 20h

Conceitos de empreendedorismo. O fomento da cultura empreendedora. A importância dos empreendedores para o desenvolvimento do cooperativismo. Plano de negócios como ferramenta para o cooperativismo. Elaboração e estrutura do plano de negócios. Uso de conceitos relacionados ao marketing, estratégia e finanças para viabilização de negócio.

Relações Públicas e Comunicação Empresarial Cooperativa – 20h

As diferenças entre o público da Comunicação. Público Interno: a comunicação interna como ferramenta da gestão. O Endomarketing. A mídia interna (meios veículos e técnicas). Público Externo: os diferentes grupos que compõem o público externo. Formas de relacionamento com cada segmento do público externo. A mídia externa (meios veículos e técnicas). Os critérios de classificação social. Os conceitos de mídia. Os critérios de escolha de agência.  A campanha eficaz. As etapas da campanha. Os critérios de avaliação de campanha.

Contabilidade das Sociedades Cooperativas – 20h

Estudo da contabilidade, dos controles internos indispensáveis e da tributação das sociedades cooperativas.

Estrutura e Análise das Demonstrações Contábeis – 20h

Estrutura das demonstrações contábeis; contabilização, avaliação e apresentação dos elementos patrimoniais e do resultado; estudo das demonstrações de sobras e perdas, do resultado abrangente, de origens e aplicações de recursos e do fluxo de caixa pelo método direto e indireto; notas explicativas, relatório da administração/diretoria; consolidação parcial e total de demonstrações contábeis; e, contabilidade de segmentos específicos. Aplicação prática das principais ferramentas e técnicas de análise, estimulando a visão crítica e a exposição de ideias.

Auditoria Interna e de Gestão – 20h

A auditoria interna é uma atividade independente e objetiva de avaliação (assurance) e de consultoria, desenhada para adicionar valor e melhorar as operações de uma organização. Ela auxilia uma organização a realizar seus objetivos a partir da aplicação de uma abordagem sistemática e disciplinada para avaliar e melhorar a eficácia dos processos de gerenciamento de riscos, controle e governança. Auditoria de Gestão:  conceitos e características. Auditoria Interna: Conceito, objetivos, função e vantagens. Ambiente de Controles Internos – COSO – “The Committee of Sponsoring Organizations”. Desenvolvimento do Plano de Auditoria Interna. Papéis de Trabalho de Auditoria. Normas e Procedimentos do Trabalho de Auditoria Monitoramento da Evolução das Ações Corretivas. Princípios e Regras de Conduta.

Metodologia da Pesquisa – 20h

Estrutura e conhecimento. Epistemologia. Tipos de pesquisa. Problemas de pesquisa. Hipóteses. Métodos estatísticos. Revisão bibliográfica. Métodos e técnicas de pesquisa.

Planejamento Estratégico para Cooperativas – 20h

A disciplina está organizada para dar uma visão geral dos principais conceitos vinculados às novas teorias administrativas. Tem como ponto de vista fundamental os executivos e dirigentes das cooperativas e suas contribuições ligadas às práticas de gestão.

Gestão Estratégica de Custos em Cooperativas – 20h

A disciplina contempla temas relacionados ao custeio e análises de custos. Tais temas   servem   de   sustentação   para   o   desenvolvimento   de   análises   de   maior profundidade, cuja utilidade centra-se avaliação do desempenho do negócio sob a ótica de custos para decisões e a utilização da informação de custos no contexto da gestão estratégica organizacional.

Normas e Procedimentos de Auditoria Externa – 20h

Auditoria: conceito e finalidade. Avaliação de controles internos.  Instrumentos para execução dos trabalhos de Auditoria:  papéis de trabalho, programa de Auditoria das Demonstrações Contábeis. Aborda em as principais normas e práticas de acordo com as Normas e Procedimentos Auditoria Independente, ambiente regulatório, finalizando com a apresentação de normas complementares. Identificação e avaliação de riscos de distorções relevantes nas demonstrações contábeis, tais como riscos de fraude, provenientes de contingências. Traz ainda as abordagens que podem ser adotadas nos trabalhos de auditoria e as respostas da auditoria aos riscos. Perfil ético do auditor.

Planejamento e Gestão Tributária nas Cooperativas – 20h

Regime de tributação a que estão sujeitas as sociedades cooperativas. O adequado tratamento tributário ao ato cooperado. Ato não cooperativo. Segregação dos atos.  Tributos incidentes sobre o faturamento. Reorganização empresarial e planejamento tributário. Desenvolver o raciocínio lógico para a solução de problemas que envolvem cenários contábeis-tributários. Subsídios para o planejamento tributário e os reflexos   nos resultados.  As tendências de posicionamento das empresas frente ao planejamento tributário. Resultados de Atos Cooperativos e Não Cooperativos. Descaracterização das Cooperativas.

Gestão de Risco e Compliance – 20h

Análise da importância e do tratamento a ser dados pelas sociedades Cooperativas na Gestão de Riscos e no ambiente de Compliance a que estão sujeitas. Identificação e Avaliação da estrutura de governança e do processo decisório nas Cooperativas.  Introdução a Gestão e Gerenciamento de Riscos, tratando sua evolução no tempo, principais conceitos e modelos existentes no mercado e cenário atual. Introduzir o conceito de Compliance como instrumento da Governança Corporativa e dos instrumentos para sua aplicação e sua mensuração nos processos de controle.

Seminário de TCC – 20h

Momento de socialização dos trabalhos de conclusão do curso.

Orientação de TCC – 10h

Orientação dos Trabalhos de Conclusão do Curso consiste na produção de artigo científico.