MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DO AGRONEGÓCIO – Cruz Alta

FINALIZADO

INÍCIO: 13 de novembro de 2015

OBJETIVO: Visa qualificar os profissionais oriundos das cooperativas agropecuárias a participarem com competência na gestão, conciliando teoria e prática, através das técnicas administrativas, com base nos conhecimentos da história e doutrina cooperativista.

Carga Horária : 370 horas

Coordenador: Derli Schmidt

Local : Cruz Alta

Horários: Sextas – das 13h às 22h30 e Sábados – das 8h às 18h30

 


 REGISTRE SEU INTERESSE EM NOVAS TURMAS, mande um e-mail para interesse@escoop.edu.br e aguarde novidad

 

Matriz curricular e Ementas

2015

Gestão Estratégica de Recursos Humanos no Cooperativismo – Cultura e o estilo de gestão como fatores do processo de mudança. A mudança a partir das pessoas e as lideranças. Relacionamento e o clima de trabalho nas equipes. Motivação humana. Clima organizacional e produtividade. Variáveis que afetam o clima organizacional. O comportamento humano nas organizações. Fatores de satisfação no trabalho.
Relações Públicas e Comunicação Empresarial – As diferenças entre o público da Comunicação. Público Interno: a comunicação interna como ferramenta da gestão. O Endomarketing. A mídia interna (meios veículos e técnicas). Público Externo: os diferentes grupos que compõem o público externo. Formas de relacionamento com cada segmento do público externo. A mídia externa (meios veículos e técnicas). Os critérios de classificação social. Os conceitos de mídia. Os critérios de escolha de agência.  A campanha eficaz. As etapas da campanha. Os critérios de avaliação de campanha.

2016

Negociação e Governança em Sistemas Agroindustriais – Estuda práticas de negociação e Governança nas Sociedades Cooperativas. Prática de Governança, estrutura dos órgãos de Administração e de Gestão. Informação e transparência nas decisões administrativas. Responsabilidade e sua divisão. A profissionalização da gestão e as partes relacionadas.
Políticas e Mercados Agroindustriais para Cooperativas – Teoria e Políticas de Comércio Exterior, Globalização e Integração, Técnicas e Procedimentos em Comércio Exterior; Mercado de Câmbio, Balanço de Pagamentos; Financiamento das Exportações e Importações.
Cenários Macroeconômicos – O Cooperativismo e o contexto socioeconômico rural brasileiro. O perfil de dirigentes e gerentes mediante a nova realidade do mercado. Estuda o agronegócio brasileiro com ênfase na administração destacando aspectos de organização, direção e comercialização a nível nacional e de comercio exterior. Estuda estratégias de desenvolvimento, divulgação, distribuição e comercialização de produtos agrícolas em nível de mercado interno e externo.
Gestão Financeira de Cooperativas – Visão geral do mercado financeiro; políticas de captações e empréstimos de recursos financeiros adotados no âmbito das instituições financeiras. Estuda aspectos específicos na abordagem sobre controles internos.
Logística Empresarial no Agronegócio – Gerenciar a cadeia de suprimentos de produtos agropecuários. Apresentar os conceitos de Logística Integrada e mostrar as inter-relações entre logística e processo produtivo agrícola: plantio, tratos culturais e colheita das culturas. Incentivar a pesquisa de soluções de problemas de logística no agronegócio.
Empreendedorismo Cooperativo e Plano de Negócios – Conceitos de empreendedorismo. Características dos empreendedores. Importância dos empreendedores para o desenvolvimento. Intraempreendedorismo. Atividade empreendedora como opção de carreira, micro e pequenas empresas e formas associativas. Introdução ao plano de negócios. Relações institucionais e operacionais das entidades Cooperativas entre seus diversos segmentos e o poder público municipal, estadual e federal, numa visão educacional cooperativista. Caracterização da empresa. Estrutura e etapas do projeto. Conceitos iniciais. Estudo de mercado. Localização. Escala de produção. Engenharia de projeto. Investimentos. Orçamento de custos e receitas. Fontes ne usos dos recursos.
Estratégia de Marketing e Gestão de Vendas – Estuda a comercialização, com ênfase na administração de marketing de cooperativas, destacando aspectos de planejamento, organização, direção e controle da área comercial. Instrumentos de marketing e a atividade de vendas: estratégias de desenvolvimento, divulgação e distribuição.
Metodologia Científica para o TCC  – Estrutura do conhecimento. Epistemologia. Tipos de pesquisa. Problemas de pesquisa. Hipóteses. Métodos estatísticos. Revisão bibliográfica. Métodos e técnicas de pesquisa. Orientação para elaboração do TCC.
Planejamento Estratégico de Cooperativas – A disciplina está organizada para dar uma visão geral dos principais conceitos vinculados às novas teorias administrativas. Tem como ponto de vista fundamental os executivos e dirigentes das cooperativas e suas contribuições ligadas às práticas de gestão.
Auditoria e Controladoria nas Cooperativas – Estudo da Controladoria, os controles internos indispensáveis e da tributação das sociedades Cooperativas.

2017

Planejamento e Gestão Tributária nas Cooperativas – Estudo da administração e planejamento tributário das sociedades Cooperativas.
Responsabilidade Socioempresarial pelas Sociedades Cooperativas – Inclusão social, conservação e educação socioambiental. Vantagens do crescimento sustentado da economia mundial, regional, local e da cooperativa.
Gestão Ambiental e o Agronegócio Cooperativo – Importância estratégica da qualidade e da questão ambiental no agronegócio. Conceitos e desenvolvimento histórico da gestão da qualidade e gestão ambiental. Instrumentos e métodos da gestão da qualidade e sua implementação na gestão ambiental. Estudo legislativo da questão ambiental do agronegócio brasileiro.
Vivências – Cooperativas SC e PR – A disciplina buscará proporcionar aos alunos conhecer as experiências do cooperativismo no mundo, através de uma viagem de estudos, buscando uma compreensão e análise do Cooperativismo, tanto em relação ao referencial teórico-metodológico, quanto à práxis cooperativa.
Orientação TCC – Orientação dos Trabalhos de Conclusão do Curso consiste na produção de artigo científico.